Pular para o conteúdo principal

Destaques

10 coisas que ninguém conta para a noiva

Gente esse texto da Ruth Manus que saiu no Estadão ontem está demais mesmo.

Na verdade, o texto se refere especificamente do dia do CASAMENTO... Tem muitas coisas, dos preparativos, que ninguém conta também. Quem sabe me empolgo e escrevo sobre isso em breve.

Enquanto isso veja as dicas



Tráfico de informações privilegiadas para noivas

Nunca achei que eu tinha muita vocação para ser noiva, preparando pacientemente cada detalhe de uma festa. Me casei no mês passado e confirmei toda a minha suspeita de não achar a menor graça em escolher cor de toalha de mesa, espessura do papel do convite e arranjo para o cabelo. Eu escolhi, mas confesso que preferia estar tomando uma cerveja, comendo batatinha e falando bobagem. Tudo bem, deu tudo certo.
Mas ao longo do processo/parto de preparação do casamento as pessoas me diziam mil coisas: você vai surtar, você vai emagrecer, toda noiva emagrece, toda noiva fica nervosa, a festa vai passar em um segundo, você vai querer suas amigas perto de você, v…

E você sabe como surgiu o bem casado e porque são utilizados em festas de casamento?

História dos Bem Casados

Casadinho (português europeu) ou bem-casado (português brasileiro) é um doce popular em Portugal e no Brasil, principalmente nas festas de casamento, com mais de 100 anos de existência. Além do sabor bastante doce, destaca-se pela atenção dada à elaboração das embalagens com que são produzidos, feitas geralmente de papel crepom e fitas de cetim.

Simbologia

Dizem que o bem-casado é servido no final das festas de casamento para trazer sorte e prosperidade aos noivos recém casados. Simbolizando assim a união e o compromisso mútuo entre os pares.

Características do bem-casado

O bem-casado é um doce bastante peculiar. A massa é muito macia, o recheio é normalmente de doce de leite ou baba de moça. Após longos anos este doce acabou se tornando algo tradicional nas festas de casamento.

Origem

O bem casado é um doce lusitano que espalhou-se também para o Brasil com a colonização e é comum nos dois países até os tempos atuais. A diferença básica entre o casadinho português e o bem-casado brasileiro é a textura da receita portuguesa, mais densa. Ambos são descendentes indiretos do multicentenário alfajor árabe. Sua aparência lembra muito o Macarons um bolinho recheado francês.


Fonte: wikipédia

Conheça os papeis decorados para bem casados
Solicite a tabela enviando email para mirelagoi@gmail.com



Comentários

Postagens mais visitadas