Imprensa


Tags: #mulheres #empreendedorismo #forminhas #artesanato #casamento

Em 2008, fui demitida de uma empresa onde trabalhava como Assistente de Marketing. Era o melhor emprego que eu havia conseguido, após muito esforço em me colocar no mercado de trabalho valorizando minha capacidade intelectual, uma vez que por ser deficiente a maioria das vagas oferecidas eram meramente operacionais. Infelizmente após uma troca de gerentes fui demitida por discriminação. Abri um processo contra a empresa o qual ganhei em primeira instância e que corre ainda na justiça sem decisão final.

Em dezembro de 2009, já trabalhando novamente, ainda me sentia infeliz e desanimada com os efeitos daquela demissão, tanto com as perspectivas de progresso na nova empresa, quanto em relação a uma carreira dentro das corporações.  Foi então que paralelamente ao trabalho surgiu a Ma Sweet Cases.
Fui incentivada por uma pessoa da família, que já atua no ramo com uma fábrica de embalagens, a vender forminhas para doces que são usadas como decoração em festas de casamento. A única forma, naquele momento, era usar a internet. Criei um blog, uma loja on-line e perfil nas redes sociais, cuidando e divulgando nas minhas horas vagas, exaustivamente, para conseguir clientes. Ainda em 2009, resolvi fazer o ENEM com o intuito de conseguir uma bolsa de estudos do PROUNI para graduação em Relações Públicas, deu certo e agora em 2013 farei o 4º. e último ano na PUC de Campinas.
No inicio de 2012, passei a me dedicar exclusivamente ao meu negócio, quando me vi novamente sem emprego. Foi o ano de maior dedicação, pois agora dependo totalmente dele. Estou me profissionalizando a cada dia, aproveitando todas as técnicas aprendidas na faculdade e pesquisando e aplicando os conceitos de empreendedorismo. Já dei palestra sobre o tema e tenho muito interesse nessa área.

Hoje, após três anos de incansáveis esforços, atingi a marca de mais de 400 mil forminhas vendidas. 

Mas isso não foi um passe de mágica, ao final de 2010 estabeleci metas de dobrar a cada ano as vendas do ano anterior, consegui traçando estratégias para isso e continuo buscando formas de crescimento.
Apesar de tudo, acredito que ainda estou no começo, pois percebo que empreendedorismo é algo que precisa estar em movimento e em desenvolvimento, abraçando novos valores e envolvendo outras pessoas. Espero aprender ainda mais e poder encorajar outras mulheres a fazerem o mesmo, principalmente quando elas estiverem em situações difíceis como eu estive.

Mirela Goi é empreendedora, cursa o 4º ano de Relações Públicas. Já trabalhou na área de marketing e eventos e agora é autoditada em empreendedorismo, está sempre pesquisando e estudando sobre o tema. Utiliza uma cadeira de rodas motorizada, pois tem sequelas de paralisia infantil que a impede de andar. Mãe de uma menina de 3 anos. Trabalha em casa e confessa que faz de tudo para não ter que sair, mas quando precisa enfrenta a rua sozinha, pega ônibus e vai aonde precisar. Fala inglês e seu sonho é viajar para a Tunísia.

Mirela Goi
Ma Sweet Cases
Forminhas decorativas para doces

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 cores tendência para decoração de casamento no outono ou inverno!

7 tendências de bolo que vão encantar no seu casamento

Forminhas para doces em Goiânia